Nódulo de Pulmão

Nódulo Pulmonar

Um Nódulo Pulmonar é uma lesão pequena, arredondada, com um diâmetro máximo de três centímetros. Cerca de 40% dos Nódulos Pulmonares tem como causa o Câncer do Pulmão o qual continua sendo a principal causa de morte por câncer em todo o mundo, principalmente devido ao estágio avançado no momento do diagnóstico. Nódulos Pulmonares em vidro fosco, parcialmente sólidos ou sólidos podem ser tumores malignos originados tanto no próprio pulmão quanto em outros órgãos do corpo. Os outros 60% dos Nódulos Pulmonares solitários são doenças benignas e podem ser inflamatórios, reumáticos, mal formações, infecciosos, fúngicos  ou tumorais. Um Nódulo Pulmonar não apresenta sintomas.

Quais os fatores de risco de Câncer do Pulmão ?

A investigação de um Nódulo Pulmonar depende em grande parte do risco do doente para Câncer de Pulmão; são fatores de risco clínico a idade maior de 35 anos, história de tabagismo, antecedentes ocupacionais, história prévia de câncer e sintomas respiratórios.

 

Qual exame é apropriado para investigar um Nódulo Pulmonar achado incidentalmente ?

Os Nódulos Pulmonares são encontrados por acaso em exames radiológicos e devem ser sempre estudados por tomografia computadorizada, a qual proporcionará uma melhor caracterização morfológica do nódulo como sua localização exata, seu diâmetro e volume, o tipo de borda e contorno, a densidade e presença de calcificação ou cavidade. A tomografia por emissão de pósitrons tem sido utilizada na avaliação da atividade metabólica dos nódulos pulmonares.

 

Como ter certeza de que um Nódulo Pulmonar não é um Câncer de Pulmão ?

O Câncer de Pulmão é a principal causa de morte por câncer em todo o mundo, principalmente devido ao estágio avançado no momento do diagnóstico. Se houver dúvida quanto à possível malignidade do nódulo, haverá necessidade de uma biópsia do tecido pulmonar, a qual poderá ser realizada por diferentes métodos. A videobroncoscopia pode ser útil para o diagnóstico de um Nódulo Pulmonar central. Ela permite a visão do tecido doente quando este se encontra dentro das vias aéreas e permite a biópsia de áreas anormais; permite também a biópsia transbrônquica de lesões periféricas, dentro dos pulmões e acessível pelas vias aéreas. A biópsia aspirativa (ou cortante) percutânea com agulha é a técnica pela qual é possível, realizar uma biópsia em um Nódulo Pulmonar; o posicionamento da agulha é orientado com precisão pela tomografia computadorizada. O diagnóstico de malignidade pode ser estabelecido em mais de 95% dos casos em serviços especializados; complicações ocorrem em 25% dos casos. Se o um Nódulo Pulmonar apresentar características que sugiram risco moderado ou elevado de ser ele um câncer de pulmão, ou se a causa do nódulo não puder ser determinada após as biópsias minimamente invasivas, o nódulo deve ser ressecado.

 

Qual o tratamento para um Nódulo Pulmonar ?

Uma Cirurgia Torácica Minimamente Invasiva é utilizada para o diagnóstico e também para o tratamento de um Nódulo Pulmonar. Este é o acesso preferido atualmente.

 

O que é o Rastreamento para o Câncer de Pulmão ?

É o conjunto de procedimentos utilizados para o diagnóstico precoce do câncer ou de lesões pré-cancerosas em indivíduos sem sintomas e nas quais o risco de câncer é mais elevado. Incluem-se as pessoas com idade entre 50 e 75 anos, que fumaram mais de 15 cigarros por dia por mais de 25 anos, que foram fumantes há mais de mais de 10 anos atrás. O mais recente estudo demonstrou uma redução de mortes por Câncer de Pulmão em 26% nos homens e de 39% a 61% nas mulheres pelo achado de lesões em estádios precoces da doença, ou seja na forma de Nódulos Pulmonares de pequeno tamanho.